EB1 de MAÇAINHAS– Guarda – Portugal
Agrupamento de Escolas Carolina Beatriz Ângelo
O NOSSO BLOGUE VAI ENCERRAR, NO DIA 15 DE JULHO. FOI UM BELO PERCURSO QUE FIZEMOS JUNTOS, AO LONGO DE QUASE 4 ANOS!!!

sábado, 25 de dezembro de 2010

Uma aventura no Natal

     A história que vou contar nunca a contei antes, mas vou fazê-lo agora.

    Sempre adorei o Natal! Toda a alegria desta quadra, a solidariedade, a amizade, a família, a compreensão… enfim, todos os bons sentimentos e acções de que nos esquecemos no resto do ano.

    Mas, quando era pequenito, aconteceu algo maravilhoso e inesquecível: conheci o Pai Natal! É verdade, o Pai Natal em carne e osso!

    Já todos tínhamos ido para a cama, ansiosos para que amanhecesse o mais depressa possível, para vermos que prendas é que o Pai Natal nos tinha deixado. E foi então que ouvi um barulho vindo da sala.

    Estava tudo calmo, mas o barulho continuava a ouvir-se na chaminé. E eis que aparece o Pai Natal! Ficámos os dois tão admirados e aparvalhados de surpresa que nenhum se mexeu durante uns minutos! Foi ele o primeiro a falar e perguntou-me porque não estava na cama. Disse-lhe que tinha ouvido barulho e por isso vim ver o que se passava.

    O Pai Natal colocou o meu presente debaixo da árvore, mas eu não lhe liguei, porque estava fascinado com ele. Sentámo-nos a beber leite e a comer biscoitos e depois perguntou-me se queria ir dar um passeio no seu trenó e conhecer as suas renas. E acho que eu disse que sim.painatal

    Fomos ao Pólo Norte. Vocês nem imaginam com que velocidade lá chegámos! O Pai Natal mostrou-me tudo: a sua enorme e linda casa, a Mãe Natal e a sua fábrica de brinquedos, onde os duendes trabalhavam todo o ano para que na noite da véspera de Natal todas as crianças tenham a sua prenda no sapatinho. Foi maravilhoso: um Natal, um momento, uma noite e uma aventura inesquecíveis!

    Depois ele trouxe-me de regresso. Deitei-me e adormeci de imediato! No dia seguinte estava eufórico de tanta felicidade, mas nunca partilhei esta aventura com ninguém, vocês são os primeiros a ouvi-la! E sabem que mais? Agora, já mais crescido, continuo a receber o Pai Natal. Já não me deixa um presente, mas, ano após ano, continua a vir a minha casa, depois de terminada a tarefa, comer uns biscoitos e beber um leitinho enquanto conversamos!

    Querem melhor prenda do que esta?

Diogo, 3º Ano

Um comentário:

  1. Maria João Andrade25 de dezembro de 2010 17:23

    Linda historia de Natal,parabêns Diogo.Tens uma imaginação muito fertil....Bom resto de Natal
    Mae da Ana Carolina

    ResponderExcluir